Teste Teste Teste Teste

BANNER 728X90

Predestinação X Livre Arbítrio


     A questão da predestinação é uma questão de difícil entendimento sim. O caso de João batista, por exemplo, ele (João batista) poderia ter dito não a Deus. Pelo contexto histórico e paralelo, João Batista tinha uma missão. Ele conhecia a Deus de tal forma que nenhum outro homem (não que a bíblia informe) fala como ele e com tal autoridade ("raça de víboras", lembra?). Em contra partida vamos ler Deuteronômio Capítulo 30.
      Porém, lembrando-nos do hebraísmo, pelo qual se expressam às vezes as comparações e preferências entre duas pessoas ou coisas,

com palavras tão enérgicas como amar e aborrecer, já não só desaparece a contradição, mas
compreendemos o verdadeiro sentido do
texto, sentido que sem hebraísmo Jesus mesmo o expressa, dizendo:
"Quem ama seu pai e sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim"
(Mat. 10:37).
Como já dissemos em outra parte, o amar e aborrecer eram usados
para expressar a preferência de uma coisa a outra; assim é que ao ler, por
exemplo: "Amei a Jacó, porém me aborreci de Esaú", devemos
compreender: preferi Jacó a Esaú. (Rom. 9:13; Deut. 21:15; João 12:25;
Luc. 14:26; Mat. 10:37).

(Deuteronômio 30:2) - E te converteres ao SENHOR teu Deus, e deres ouvidos à sua voz, conforme a tudo o que eu te ordeno hoje, tu e teus filhos, com todo o teu coração, e com toda a tua alma,
(Deuteronômio 30:3) - Então o SENHOR teu Deus te fará voltar do teu cativeiro, e se compadecerá de ti, e tornará a ajuntar-te dentre todas as nações entre as quais te espalhou o SENHOR teu Deus.
(Deuteronômio 30:4) - Ainda que os teus desterrados estejam
na extremidade do céu, desde ali te ajuntará o SENHOR teu Deus, e te tomará dali;
(Deuteronômio 30:5) - E o SENHOR teu Deus te trará à terra que teus pais possuíram, e a possuirás; e te fará bem, e te multiplicará mais do que a teus pais.
(Deuteronômio 30:6) - E o SENHOR teu Deus circuncidará o teu coração, e o coração de tua descendência, para amares ao SENHOR teu Deus com todo o coração, e com toda a tua alma, para que vivas.
(Deuteronômio 30:7) - E o SENHOR teu Deus porá todas estas maldições sobre os teus inimigos, e sobre os teus odiadores, que te perseguiram.
(Deuteronômio 30:8) - Converter-te-ás, pois, e darás ouvidos à voz do SENHOR; cumprirás todos os seus mandamentos que hoje te ordeno.

Agora vejamos...
                 2Crônicas 7:14-15

(II Crônicas 7:14) - E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
(II Crônicas 7:15) - Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar.

Vejamos que existe uma estrutura condicional:

Se à
       Humilhar;
       Orar;
       Buscar a face de Deus;
       E se converter dos maus caminhos;

Então, Deus à
       Ouvirá dos céus;
       Perdoará os pecados;
       E sarará a sua terra;

Daí, Deus se Compromete à
       Ver;
        Ouvir;
     Oração desse lugar.


Agora, vamos entender bem:

(Deuteronômio 30:19) -  Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,

     Se não estivéssemos escolha, Deus não nos daria tantas escolhas. Ele fala sobre vida e morte, benção e maldição e aconselha a escolhermos a vida. Ao escolhermos temos a vida e nossa descendência pode ser abençoada. Veja bem a colocação das palavras.

     Nós não temos a capacidade de escolhermos a Cristo, que é a vida, por nós mesmos, no âmbito único e, somente nossa, no quesito de que podemos resolver tudo, espiritualmente, por nossas forças e metas. Tudo precisa partir do que a gente quer e de nossa mudança. O Espírito Santo faz o convite a todos e, por todos, Ele passa e oferece a vida, porque, Jesus é a vida e o Espírito faz a obra, levando a palavra, que é Cristo, para todas as pessoas e usando tais pessoas, que abrem mais o coração que algumas outras. O caso de faraó em Gênesis, Deus endureceu o coração de faraó sim, mas deu a oportunidade a ele de mudar o caminho. Acontece que Deus queria mostrar seu poder e glória através da vida de faraó, com o propósito de salvar o homem, e não algumas pessoas específicas, e assim o fez. Faraó não quis ceder e Deus aproveitou a situação, mas oferecera a faraó, rei do Egito, o arrependimento.

Vejamos mais um pouco...

(Marcos 1:4) -  Apareceu João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento, para remissão dos pecados.
(Marcos 2:17) -  E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.

(Mateus 3:8) -  Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;

(Atos 11:18) -  E, ouvindo estas coisas, apaziguaram-se, e glorificaram a Deus, dizendo: Na verdade até aos gentios deu Deus o arrependimento para a vida.


     Podemos ver que a mudança de comportamento depende de nós também e o Espírito Santo faz o que preciso ser feito. Sendo que o Mesmo Espírito gera em nós frutos de arrependimentos. É O Espírito Santo que convence o homem do pecado.

Deus conhece o coração do homem e o chama para seu propósito, segundo o potencial de cada um, e Deus capacita-o mais ainda.

     A única predestinação que conheço por nascimento no mundo foi a de Jesus Cristo. Ele se predestinou para a morte para que pudéssemos alcançar a salvação que vem por ele, e assim, ressurgiu dos mortos no terceiro dia. Mas como homem ele poderia ter cedido as tentações.
Deus não faz acepção de pessoas

Acepção de pessoas, definição: Tratamento desigual de pessoas, com favoritismo, parcialidade e injustiça (Dt 16.19; At 10.34).
                                                                           Dicionário da Bíblia de Almeida – 2a Edição


(Deuteronômio 10:17) -  Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas;
(Deuteronômio 16:19) -  Não torcerás o juízo, não farás acepção de pessoas, nem receberás peitas; porquanto a peita cega os olhos dos sábios, e perverte as palavras dos justos.
(II Crônicas 19:7) -  Agora, pois, seja o temor do SENHOR convosco; guardai-o, e fazei-o; porque não há no SENHOR nosso Deus iniqüidade nem acepção de pessoas, nem aceitação de suborno.
(Jó 13:8) -  Fareis acepção da sua pessoa? Contendereis por Deus?
(Jó 13:10) -  Certamente vos repreenderá, se em oculto fizerdes acepção de pessoas.
(Jó 32:21) -  Que não faça eu acepção de pessoas, nem use de palavras lisonjeiras com o homem!
(Jó 34:19) -  Quanto menos àquele, que não faz acepção das pessoas de príncipes, nem estima o rico mais do que o pobre; porque todos são obras de suas mãos.
(Malaquias 2:9) -  Por isso também eu vos fiz desprezíveis, e indignos diante de todo o povo, visto que não guardastes os meus caminhos, mas fizestes acepção de pessoas na lei.

 São 8 referencias no Antigo Testamento e 7 no Novo Testamento.

(Atos 10:34) -  E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;
(Romanos 2:11) -  Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.
(Efésios 6:9) -  E vós, senhores, fazei o mesmo para com eles, deixando as ameaças, sabendo também que o SENHOR deles e vosso está no céu, e que para com ele não há acepção de pessoas.
(Colossenses 3:25) -  Mas quem fizer agravo receberá o agravo que fizer; pois não há acepção de pessoas.
(Tiago 2:1) - MEUS irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas.
(Tiago 2:9) -  Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores.
(I Pedro 1:17) -  E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação,

     Queridos, admitir que Deus criou certos indivíduos especiais para que pudessem ser salvos e outros não, por consciência precisa do que queria para o ser humano, criando Lúcifer para pecar e criando o pecado, seria o mesmo que admitir que Deus faz acepção de pessoas. Isso é impossível ocorrer, pois a bíblia não pode se contradizer a respeito de Deus. É impossível na bíblia está registrado uma coisa e o homem falar outra e tomar por verdade. Uma vez Deus não fazendo acepção, ou seja, não favorecendo a uns, não pode existir, então, a predestinação de indivíduos para o céus e outros para o inferno, por determinação soberana.

     Deus nos dá estes mandamentos, para acreditar, orar e outras, etc., mas como podemos ao menos começar a obedecer estes mandamentos? Estamos espiritualmente mortos. Deus tipifica o não salvo como um vale de ossos secos (Ezequiel 37:1-14) e como um corpo em decomposição (João 11:39). E Deus insiste em Romanos 3, versículos 10-12:“Como está escrito: não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; não há ninguém que  busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só”. Realmente, a Bíblia enfatiza claramente a morte total do ser humano não salvo. Devemos lembrar que o ser humano, começando com a queda de Adão, está espiritualmente morto pelo   fato que Deus não o habita e esta pessoa  não está espiritualmente energizada por Deus. E por causa do pecado do homem, ela está sob a ira de Deus, e isto significa que no fim do mundo, depois que este não salvo for destruído, ele nunca mais viverá.  Como observamos anteriormente, em sua personalidade, ele está totalmente infetado com o pecado.
     Entretanto, embora ele esteja espiritualmente morto, o ser humano ainda é capaz de alguma forma ser obediente às leis de Deus. Assim, este ser humano pode acreditar em Cristo para que em algum grau, ele possa orar, possa buscar a Deus e pode se afastar de algum pecado, tal como embriagues, mentira e outras coisas. Ele é capaz de fazer isto por causa de pelo menos duas razões.

A primeira razão é que o não salvo ainda tem uma consciência que pode condená-lo do pecado (Romanos 2:14-15,João 8:9). Esta situação existe é porque o ser humano foi criado a imagem de Deus e embora ele tenha se tornado completamente estranho a Deus, a lei de Deus em algum grau ainda está dentro de sua personalidade.

Jesus morreu para colocar a salvação ao alcance de todos os homens — 1 Timóteo 2:6; Hebreus 2:9; João 3:16; Mateus 11:28-30.

(I Timóteo 2:6) - O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.
(Hebreus 2:9) - Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
(João 3:16) - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
(Mateus 11:28) - Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
(Mateus 11:29) - Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
(Mateus 11:30) - Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.



O que podemos concluir da predestinação?

     Se for considerar que Deus "Criou" uns para o céu e outros para inferno, então, a teologia da predestinação torna-se falha porque contradiz o próprio Deus;
Se for colocar nos parâmetros da onisciência de Deus, então ela pode se tornar ativa e válida, tomando por base que Deus escolhe, predestinando, o individuo por causa de sua escolha (homem) e não por meio de sua soberania, mas onisciência. O sentido de predestinar que aqui estou dizendo neste parágrafo seria o fato da vontade de Deus sobre o homem, no que diz respeito a onisciência de Deus para com o coração daquele a qual pode Ele escolher.
Para entendemos melhor, leia atentamente:

(Salmos 139:16) - Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.

     Neste versículo estamos falando da onipotência de Deus. Que maravilha! Nos é impossível até entender como Deus pode realizar tais coisas. Mas ainda existem mais dois atributos de Deus que são: onipresença(está em todos os lugares) e onisciência(sabe de todas as coisas. Aqui tudo está incluso, passado, presente e futuro; nada está encoberto aos seus olhos, como podemos ler nos Salmos 139).

“Deus sabe o que iremos fazer, mas isso não significa que Ele nos obrigou a fazer”.

Jeremias 36:1-4 — Deus ordenou a Jeremias que escrevesse num livro todas as palavras que Deus lhe dera para ensinar Israel a se arrepender.

(I Corintios 1:27) -  Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes;


Deus quer que Todos os homens se salvem!

(I Timóteo 2:3) - Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,
(I Timóteo 2:4) - Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
(I Timóteo 2:5) - Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

Mais estudos aqui:



Postar um comentário
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste Teste